“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

26/03/2008

Nós...

Entre nós, as palavras surdamente,
Se transformam em braços que nos embalam
Por termos connosco, as mãos que se tocam
Entre espasmos de desejo…
…Silêncios, que não se calam

Num sossego impossível de descrever…
Ritmos descompassados, palavras nocturnas
Beijos declarados, poros dilatados…
Neste manto, de doce querer

E assim, se misturam os desejos,
Devaneios, tornados realidade
Corações quentes embrulhados
Nos teus lábios…
Murmúrios, acalentados...
De uma embriaguez sem fim


(Lúcia Machado)

7 comentários:

Bichinho disse...

Murmurios...beijo fantasma.

O meu barco disse...

Palavras são apenas palavras,
enternecem o coração,
ferem a alma e
o corpo cansado de se contorcer...

Fica bem

ZezinhoMota disse...

E assim se misturam tão Sublime Sentimentos...

Que o chão no teu caminho, seja abençoado pela primavera...

Para que na tua vida
não seja a Quimera...

Mas um chão alcatifado com as Pétalas de lindas flores e assim o teu andar seja tão suave...

Como o lindo chão que pisas com nobreza...

Teu amigo e admirador...

Bjnhs

ZezinhoMota

Sergio Teixeira disse...

Como não sou muito dado a poesia...

aqui fica uma citação:

"A confiança que temos em nós mesmos, reflecte-se em grande parte, na confiança que temos nos outros".
Autor: La Rochefoucauld , François

Bjs

Secreta disse...

Olá ,
Vim fazer uma visita ao teu blog. Dou-te os meus parabéns , gostei muito do que li.

Vieira Calado disse...

A minha ignorância nem deixava antever que a cidade tivesse tão belas paisagens de rio.
Um abraço

VÓNY FERREIRA disse...

Se o amor
é vulcão
que nos incendeia
Se é fragrância doce
que tanto nos inebria
Porque fugimos dele
como se temêssemos
A razão principal
da nossa própria vida?

Vóny Ferreira
Continua sempre a escrever,Lúcia.
Estarei sempre aqui para te ler com puro prazer!

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.