“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

21/11/2007

Poeta sem nome


Talvez nem tenha nome!
Não sei por onde vai...
Vagueia por aqui…
Vai por ali...
Perde-se acolá!
Chamam-no…não responde!
Não quer saber!
E lentamente,
Arrastando um corpo cansado,
Olhar amedrontado, enrosca-se,
Algures entre a realidade e o sonho…
Puxa de um lápis…
E num papel amarrotado, escreve…
Escreve…
Amores e desamores
E das lágrimas, faz um sorriso
Das palavras…melodias em forma de versos
Dizem, ser um Poeta,
Cuja alma vive atormentada...
Julgo que não!
Poeta…sim!
Mas, de alma lavada!

(Lúcia Machado)

2 comentários:

ZezinhoMota disse...

Poeta que transporta ao papel, ou no pc, tudo aquilo com que sonha e fantasia.

Mas com tanta veemência com que o faço que alguns deles se transformam em realidade...

Por exemplo...

Todos temos o direito de sonhar e um dos meus sonhos é a publicação dos meus poemas em livro.

Escrevo muito e posso dizer que tenho já obra suficiente, mas...

Em Maio fui convidado por uma Editora para concorrer na I ANTOLOGIA DOS POETAS LUSÓFONOS e ao concorrer com o máximo de poemas permitido (5) todos eles aceites pela respectiva COMISSÃO DE AVALIAÇÃO

A 15 de Dezembro será o primeiro lançamento em Leiria e se Deus quiser lá estarei a COMUNGAR com um momento para mim muito especial...

Já me disseram umas quantas vezes que eu sou sonhador mas que construo castelos no ar!

Será?

Bjnhs

ZezinhoMota

Vóny Ferreira disse...

Pois... como vivo em Leiria espero que na altura em que o seu livro de poesia for publicado me comunique através da minha página do hi5, pois terei todo o prazer em estar presente. Como uma pessoa que escreve e que ama a poesia, serei certamente receptiva à publicação do seu livro. Desejo-lhe as maiores felicidades!

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.