“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

01/10/2008

Chega uma nova estação, mudamos a roupa…
Mudamos aquele móvel, porque cansamos de o ver sempre no mesmo lugar…
Cortamos o cabelo, porque cansamos de olhar sempre para o mesmo aspecto…
Vamos ao cinema, ver aquele filme que andávamos sempre a adiar…
Dormimos até mais tarde, fugindo uma vez à regra…
Saltamos à corda como em crianças…
Vemos desenhos animados na televisão
Andamos descalços, sentimos o cheiro da terra molhada
Rebolamos pela relva, sem qualquer tipo de culpa…
Um dia…precisamos mudar
“Mudam-se os tempos…mudam-se as vontades”
Já assim diz o ditado
É tempo de mudar...


(Lúcia Machado)


4 comentários:

Paradoxos disse...

força!!!!!

em ti!!

Eduardo

O Profeta disse...

Eu não te esqueço...passo e...gosto dos teus sentires mesmo quando são tristes...


Doce beijo

ZezinhoMota disse...

Se é essa a tua direcção segue e felicidades...

Só espero que não seja a despedida, mesmo por algum tempo...

As tuas palavras são algo que me habituei, mesmo que não te deixe opinião...Existem sempre algo que por vezes obsta esta minha vontade de te dizer algo...

Leio aqui expressões que me encantam e não quereria que o deixasses de fazer porque sentiria imenso com a tua ausência...

Bom domingo...

Bjnhs

ZezinhoMota

O Profeta disse...

Atravesso o céu em sonhos
Três aves do mar, três raios de sol, três punhais
Seguem-me apontados à solidão
Ah este vento que sopra nos brandais



Um feliz domingo para ti



Mágico beijo

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.