“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

29/10/2008


Algures num tempo que nos separa
Eu estarei sempre lá…
Porque só o amor nos faz esperar…
Estarei nas estrelas, na Lua…
No rio que corre lentamente…
No canto das aves…
No Sol que te aquece…
Enquanto espero que voltes…
Lutarei contra ventos, tempestades…
Mas, esperarei que voltes para casa…
Porque, eu estarei sempre lá…
Este é o sítio ao qual pertenço…
O nosso sítio…
O sonho onde te encontro…
Onde o fumo se esvai e fica a nitidez do teu rosto…



(Lúcia Machado)

3 comentários:

Hélder disse...

Este teu texto é lindíssimo, realmente tens muito jeito para escrever... E não só... ;p

Beijos

goooooood girl disse...

Very fine......

ZezinhoMota disse...

Amiga Lúcia!

O gelo do frio
não pode tirar à água
o seu correr solto
sem amarras no rio.

Se formar o líquido
na camada branquinha do gelo…

Então o frio não é singelo
nem o gelo é líquido…

Será então
uma simples dor!
Que não é só do corpo
é sofrimento no nosso coração!

Enquanto ela não passar
no desespero da tortura
faz o rio desaguar…

Na descrença
da falta de paciência
e no descrédito…

…da vida…

…e do amor!

Que seja feliz!

Minha amiga...

Bjnhs

ZezinhoMota

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.