“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

25/09/2008

Hoje...

Hoje queria ser…

O Sol que te aquece
A luz que te merece
A chuva que te refresca
A água te sacia…

A brisa que te beija
O rio que corre por ti
...A saudade em mim…

Um barco no ancoradouro
As amarras que lanço no espaço
Um corpo que levita
Uma mente insana
Roupa com perfume de jasmim
A tua cama…

A mão que te segura
O abraço apertado
O coração que palpita desenfreado
O beijo que te cobre
No teu adormecer de “menino”
...Por mim amado


(Lúcia Machado)

5 comentários:

O Profeta disse...

Hoje e sempre...és tanto...!


Doce beijo

ROSA E OLIVIER disse...

...a saudade em mim...lindo...princesa de Tâmega y Amarante...para ti...

"te amo en silencio...y solo el silencio sabe."...

e..."tu levavas , na mão,
um lirio enamorado,
e davas-me o teu braço;
e eu, triste meditava
na vida , em Deus, em ti...
e, além, o sol doirada
morria, conhecendo

a noite que deixada."...!?...só para ti...

Lena disse...

Olá!
Passei para agradecer a visita e agora que vi que fazemos parte do mesmo projecto "Nas Águas do Verso" aproveito para dar assim "pessoalmente" os meus Parabens!!=)
Beijinhos

Crystal disse...

Quando se deseja tanto assim algo se consegue...nem que seja no interior de nós mesmas.


Beijinhos

Lena disse...

=)
Estou na pagina 96!!

Gostei do que li por aqui!
beijinho grande e boa semana.

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.