“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

12/08/2008

Amo-te

Amo-te a cada respirar, a cada sentir, do meu sentir…
Amo-te, a cada gota de orvalho, que percorre o meu corpo...
Amo-te nas ondas...nas lágrimas do meu olhar...
Amo-te a cada tempestade sentida... na ânsia de para ti, voltar…
Amo-te com toda a simplicidade da palavra, e na simplicidade do meu amor
Amo-te cada dia mais…
Cada vez mais, a cada minuto do meu querer
Amo-te…mesmo sem saber
Amo-te, na porta que deixo aberta...
Na janela entreaberta do meu coração...
Amo-te, na hora em que voltarás para mim


(Lúcia Machado)

3 comentários:

Escutador de Almas disse...

Amo-te, na porta que deixo aberta...
Bonita imagem!
Amarante da minha infâancia quando almoçava no antigo Zé da Calçada, com os meus Avós, quando ia ao Porto!

ZezinhoMota disse...

Muito sentido e essencialmente bonito de se ler.

O amor quando floresce num coração é como uma flor que nem toda a gente alimenta e rega.

Mas no amor é assim, enquanto um cuida da sua flor, o outro deixa-a secar...

Como doe as folhas amarelecidas e secas...

Bjnhs

ZezinhoMota

Fatima disse...

Uma vez mais invejo a certeza das tuas palavras... a capacidade de as usares sabendo que não as usas em falso... Invejo a forma como falas do amor. Quanto mais te leio mais sem palavras fico...estou a adorar ler-te

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.