“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

30/06/2008


Este vazio de ti…
Como quem cai num poço sem fundo
Como quem corre em direcção ao fim do mundo
Esta falta de ar…
Este chão sem terra
Este coração em guerra…
Este vazio de ti…
Quem mo plantou aqui?
Quem foi?




( Lúcia Machado)

2 comentários:

Cila & Di disse...

O vazio deixado por alguém é uma parte que nos falta....
Beijo

ZezinhoMota disse...

Lúcia!

É como eu te digo, as tuas palavras brotam de ti com as cores do "Arco-Íris"

E de noite ou de dia iluminam os Céus e o embelezam como tu tão bem o fazes.

Fica bem.

Bom domingo.

Bjnhs

ZezinhoMota

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.