“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

01/12/2007

Notas do meu pensamento

Numa tela, gostava de pintar o deus do Sol
E com ela, despir a Lua rainha
Criar lençóis de maresia no ar…
Beijos frescos, gotas de orvalho para te amar

Num misterioso nevoeiro
Pincelar a luz que te ilumina…
Quente como o Sol
…Doce com tu, que me fascina

No leito do rio…
Onde se banham peixes cor de prata
Criar o teu olhar, sedutor como o vento
Minha loucura e alento…

Focar a tua imagem num quadro só meu,
Pintar a tua boca fresca de madrugada,
Onde a saudade, desenha as tuas linhas perfeitas
Onde és tudo, e eu sou nada…


(Lúcia Machado)

3 comentários:

Raul Cordeiro disse...

Não te preocupes com a simplicidade. Ela é uma virtude. Cada um de nós tem a sua simplicidade e a sua complexidade e isso faz a nossa individualidade. Quando conseguimos harmonia em tudo surge o Amor.
É bela a tua escrita.

Rosa Maria Anselmo disse...

Olá Lúcia
Como prometido aqui estou.
Em relação ao desafio, que eu acho muito interessante, é fácil. Pegas nos títulos dos teus últimos poemas, e com esses mesmos títulos, sem ser por ordem, e acrescentando outras palavras, fazes um novo poema, ou prosa. Vais ver que o resultado vai ser lindo!
um beijinhoooooo
voltarei para ver o resultado sim?

Rosa maria

ZezinhoMota disse...

Lindo o teu envolvimento com as palavras...

Já reparaste, nas opiniões no meu blog "Trocadilho de Palavras"?

E referente à tua poesia?

Confirmas que as minhas palavras em relação ao teu escrever são sentidas?

Existem lá opiniões que te são dirigidas e penso eu...

Que te devem confirmar o quanto escreves bem?

E por isso...

Vai escrevendo para teres "Originais" para um dia, quem sabe..

Parao teu livro.

Bjnhs

ZezinhoMota

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.