“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

04/12/2008


Serás apenas, o reflexo do meu querer?
Ou a simples ousadia da minha alma?
Sonho-te, em nuvens encobertas pela Lua que se impõe
E nas estrelas, deposito a minha ténue esperança…
Ela que é tão frágil, como as asas de uma borboleta…
Que rodopia no encanto da luz, e morre antes de lá chegar…
Serás a maresia dos meus olhos,
…Ofuscados pelo meu bem-querer?
Ou a montanha inalcançável do meu adormecer?
Serás o meu devaneio, a minha lágrima derramada?
…Ou simplesmente o meu guia nesta estrada? …
Vivo em constante delírio…
A alma foge-me ao corpo ausente…
E tudo o que sinto…o fogo que me consome…
Será loucura, tempestade em mim, imensidão contida da alma?
Serás o meu delírio ou poema sem nome?
...A voz que me aquece...a mão estendida que me acalma...


…Porque hoje...és tanto!


(Lúcia Machado)

4 comentários:

ลndreia disse...

'Serás apenas, o reflexo do meu querer?
Ou a simples ousadia da minha alma?'

Não será o que ele te dá?
Sublime...

~ Beijinho ~

O Profeta disse...

Serás!?



Doce beijo

Cadinho RoCo disse...

Bom quando em alguém encontramos motivo para tanta inspiração.
Cadinho RoCo

ZezinhoMota disse...

Lúcia!

Continuas com as tuas palavras bem ordenadas transformando-as com saber naquilo que se destinam!

Num belo poema!

Um belo dia da mãe e os votos de muita saúde.

Bjnhs

ZezinhoMota

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.