“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

10/11/2008

...


Perdi-te naquele abraço…numa tarde em que o vento corria solto, cortando à faca as lágrimas que corriam pelo meu rosto…e tudo o que ficou, foi esse momento gravado no meu pensamento…o despego que o tempo impôs ao desgaste do teu querer…por vezes, dou por mim, a reviver esse sentimento…e quase que sinto o calor, o cheiro que deixaste em mim…e por mais que viva, que sofra, que caia e me volte a levantar…encontrarei em ti, a esperança , a coragem para seguir em frente…porque tu, ensinaste-me o quanto é bom amar…e como na perda de um amor impossível, ficam para sempre gravados na nossa memória os sentimentos vividos, e isso, nem o tempo nos pode tirar…porque um grande amor, é como uma pedra inabalável num qualquer desabar da nossa consciência…mantém-se firme, e nem a erosão do tempo a fará desaparecer…Voltarei a amar? Não faço ideia…talvez a minha missão nesta terra que tanto ou nada me dá, não seja essa…só sei, que serei feliz, por ter descoberto o amor…mesmo que ele tenha acabado, antes de sequer começar…e um dia, talvez um dia…volte a amar…

(...Porque existem pessoas que nos marcam, mesmo na ausência do que se impõe...)


(Lúcia Machado)

4 comentários:

Henrique Mário Soares disse...

"As pedras no caminho" são uma metáfora para reconfortar um "Camarada". Infelizmente eu já apanhei muitas, mas ainda não construi nenhum castelo. Também não queria pois não sou monárquico, com as pedras prefiro construir "caminhos" que me levem a outras civilizações a outras formas de ver o Mundo, pelo menos não tão "globalizado".Parabéns pelo blogue e pelos textos, voltarei cá mais vezes
Saude
"hasta lá vitória..."
Che

Jorge Bicho disse...

Gostei de estar por aqui. as tuas letras sabem a um vinho maduro que se bebe lentamente e se degusta ao cair da tarde.
JB

Cila disse...

Amamos tantas vezes na vida e de tantas formas....é só necessário ter o coração aberto ao amor...
Não feches as portas ao amor...

Beijo

ZezinhoMota disse...

O amor por vezes doe tanto! Mas temos que saber ultrapassar a dor e suavizá-la com amor para nos amarmos...

Minha amiga! A amizade também é um remédio que nos ajuda a minorar o sofrimento...

Fica com o sol a aquecer o teu coração! Porque o merece...

Bjnhs doces do teu amigo dedicado e que deseja ver o teu lindo sorriso...

ZezinhoMota

(Estive quase oito dias sem Net)

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.