“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

05/01/2010

Pensamentos soltos V

Talvez encontre, por entre as folhas caídas
A quietude dos dias afoitos, numa outra voz…
Num outro sentido…
Quem sabe, não chegará a caravela que flutua em mim
Talvez ela não me leve a lado nenhum!
Ou quem sabe, me leve para além dos teus olhos,
Numa outra voz que não basta… apenas se instala.
E numa corrente… a água que suspira o húmus da terra ardente
Traz vestida de sombras a noite que perdura.
Sinto-te! A minha vida é tua.
Esqueci-me do último suspiro, aquele que nos dá o impulso para olhar o novo Mundo.
Afoguei-me em ti. Senti os fios do Infinito que nos equilibra e une.
E se, as tatuagens sãs as marcas na pele… as saudades são os cravos na Alma!
E se a calma, parece um sentido perdido… parte do todo sentir, é fogueira que nos amortece os cavalos em fúria.
E neste estranho sentir, nada faz sentido… e se sentido fizesse…
Não precisava que as mãos se confessassem.

(Lúcia Machado)


3 comentários:

Hélder disse...

Se as tuas mãos se confessam, eu vou ter uma conversa muito séria com elas, lol :-$

Amo-te!!!!

ZezinhoMota disse...

Lúcia.

Como sempre, escreves divinamente...

Desejo que tenhas um ano de 2010 muito feliz. Que os teus sonhos se concretizem todos...

Acabei o tratamento e agora terei mais tempo para escrever e visitar-vos...

Beijos do amiguinho ZezinhoMota

Um Olhar disse...

Ternas e sentidas as tuas palavras, muito bom .
Um feliz 2010, bjo

Fatima

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.