“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

27/01/2009

raining Pictures, Images and Photos


Cego, porque não te vejo…
Ensurdeço, porque não te ouço…
As minhas mãos esquecem-se de tocar…porque não te sentem
A voz fica prisioneira deste silêncio, porque no silêncio te encontra…
O corpo jaz num campo claro…
Porque é lá, que ele encontra a luz entre nós…
Fico sem cheiro, porque não sinto o teu perfume…
Enregelo…sem o teu calor dormente…
Sonho, porque me é permitido…
Devaneios… são os donos dos meus sentidos…
Crio-te, porque te tenho presente…

(Lúcia Machado)

9 comentários:

Pierrot disse...

Extraordinário
Para além da ideia de não nos termos porque não conseguimos ter alguém, a forma como o pintaste no papel, ficou brutal
Bjos daqui
Pierrot

Élio - Filomena disse...

Magnífico!

Beijos..

manzas disse...

Estar aqui presente
Com palavras
Luzentes brilhantes…
É como flutuar
Em águas calmas
E no fundo ver diamantes

Um bom fim-de-semana
Inundado de paz…

O eterno abraço…

Henrique Mário Soares disse...

só me recorda comentar...EXCELENTE

C.Dias disse...

Adorei mesmo ! Escreves mesmo bem .

Babes disse...

Desaparecer no Outro...
A entrega completa, a mais verdadeira forma de Amar!

ZezinhoMota disse...

Tens o teu blog muito bonito e como sempre poesias que adoro...

Estou a passar uma fase menos intensa nas visitas que faço!

Perdoa por isso...

Espero que seja passageiro!

Esta descrença que se apoderou de mim...

Bjnhs de quem te adora com amizade.

ZezinhoMota

ZezinhoMota disse...

A Imagem da janela e a chover lá fora........

Está SUBLIME!

Espero que não sejas tu quase no contacto com o frio...

Embora estejas no meio do frio.

Imagino-te no teu dia a dia a guiares o pópó no meio da neve.

Bjnhs

ZezinhoMota

ลndreia disse...

Que bonito! *

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.