“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

14/05/2010

Pensamentos Soltos XVII

A gaveta de baixo
Tem cotão e um humildezinho pó irritante
Tem solas de sapatos gastos
E ainda algumas capas invejosas, cheias de cheiros nauseabundos
Acrescento também. Tem o salivar de um cão raivoso,
O gesto inapropriado do vento que semeia o ódio fecundo
Todo o corpo treme, com a tempestade que carregam os olhos
Essa gaveta de baixo…
É o revés da bofetada dada, com as costas da mão
O golpe proferido que me mata o silêncio da ausência
Aí, ainda se encontra
O fogo forjado da espada desembainhada
Onde corre o sangue efervescente pelas artérias e veias
…é o princípio da força e da existência.
Na gaveta de baixo, sou soldado em sentinela
À espera que a lanugem de certos frutos se juntem debaixo de certos móveis,
E ainda nos bolsos dos casacos.
Também para que sinta o odor e o sabor da fruta amadurecida.
Essa gaveta de baixo guarda…
Um quadrúpede carnívoro que toma o gosto da carne


(Lúcia Machado)

2 comentários:

Olhar Meu disse...

Aqui, mais uma vez, me demorei para me deliciar com o que é belo, para roubar também um pouco dessa beleza que é a tua escrita, para mim.

Bjo e abraço
dos GRANDES
Fatima

ZezinhoMota disse...

Lúcia!

Não penses que foste esquecida por mim, isso nunca.

Porque tu além de seres minha amiga, és uma grande poeta.

Posso dizer-te com sinceridade que estás cada vez mais requintada a escreveres tão lindas poesias...

E o teu blogue está muito bonito, diferente, para muito melhor...

Os meus parabéns por tudo...

E não posso terminar sem antes pedir-te que me perdoes porque estou em falta contigo.

Disseste-me do teu poema musicado, fiquei muito feliz...
Embora não mereça desculpas, mas as últimas semanas foram muito mais trabalhosas do que estivesse num emprego...

Passar a pente fino todos os poemas escolhidos para o meu primeiro livro foi custoso...

Mas depois de o vermos cá fora, surge a recompensa.

Parabéns pelo teu poema musicado.

Feliz fim de semana mais longo.

Beijos do ZezinhoMota

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.