“Todas as palavras são a loucura dos Poetas, não fossem elas o próprio sangue que corre nas veias”


(Lúcia Machado)

19/03/2010

Pensamentos Soltos XII

Também tu habitas, nesse outro lado da Lua. Fazes das penas o cobertor com que te deitas. E das extensas folhas em branco, riscas à memória o outro ser, uma outra história. No dobrar da esquina dessa Lua quadrada, vês a tua sombra que agora segue sozinha. Não há corpo nem voz que te levem por outro caminho. Vais sempre pela mesma estrada, dobras sempre a mesma esquina medonha. Não há braços, nem pernas, olhos ou boca, apenas uma silhueta, um corpo que reflecte na superfície, uma bandeira de um corpo magro. Também tu, tens a visão que te persegue por entre as ondas do voo nocturno, comem-te os olhos que não existem, e das labaredas dessa fome que te consome, salta o vislumbre de quem perdeu o antigo brilho. O segredo é uma leve vela de chama esbranquiçada, frágil que entristece o espírito. Vives na penumbra das aves de rapina, agora elas, também são as tuas companheiras, ansiosas pela carne mortiça. E no negrume que te cerca, revelam-se os mistérios da claridade atenuada, pelo ser que te habita. Não mais há outra história, apenas a história de um corpo cambaleante, que descansa por fim, nas duras penas da caneta da ilusão.

(Lúcia Machado)

2 comentários:

DarkViolet disse...

Afortunados quem sabe entranhar a Lua na tua descrição

Olhar Meu disse...

Seja ele quem for, segreda-lhe, diz-lhe, e canta-lhe sempre.

Gostei muito da nova imagem do teu blog!

Um boa semana, um bjo grande

Fatima

... Aqui jazem todas as angústias, os medos, a solidão, as alegrias, as tristezas...
Jazem momentos únicos, momentos irrepetíveis...
....a saudade, o acreditar....
..As lágrimas, o desespero, o renascer...
a morte...
Todos os momentos de uma vida...uns eternos, outros não...
Aqui jaz uma nova esperança... o amor...

...Tu...



(Lúcia Machado)




Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, cedência, difusão, distribuição, armazenagem ou modificação, total ou parcial, por qualquer forma ou meio electrónico, mecânico ou fotográfico destes textos sem o consentimento prévio e expresso do autor. Exceptuam-se a esta interdição os usos livres autorizados pela legislação aplicável, nomeadamente, o direito de citação, desde que claramente identificada a autoria e a origem.